10 de Junho de 2019, atualizado ás 19:06

WhatsApp pode processar quem enviar mensagens em massa



Por: Daniel Libanio | Notícias

Compartilhar:
         

O WhatsApp divulgou que vai começar a processar aqueles usuários que forem usar o serviço para enviar mensagem em massa. Outro ponto que pode ser processado é aquelas pessoas que utilizam o mecanismo com objetivos comerciais, o que está infringido os termos de uso.

Pertencente agora ao Facebook, o serviço já foi alvo de muitas críticas aqui no Brasil. O auge foi durante as eleições, onde um envio em massa de conteúdo político foi usado como campanha no ano passado.

Confira Também: Crescimento na produção de peixe do Brasil

WhatsApp pode processar quem enviar mensagens em massa (foto: internet)

Whatsapp vai processar usuários que enviam mensagens em massa

Na semana passada, WhatsApp publicou no seu site um texto que dizia que a partir de 7 de dezembro de 2019, vai começar a tomar medidas legais contra aqueles que utilizam os seus serviços de maneira que violam os termos de uso.

Um dos pontos que está dentro dos termos de uso e que é usado de maneira errada pelos usuários é enviar mensagens em massa ou mensagens automatizadas. Além disso, alguns usuários usam de maneira comercial, ainda que essas informações sejam disponibilizadas fora de plataforma.

No texto, ainda é dito que o aplicativo não foi criado com esse objetivo e não incentiva o uso de mensagens automática e nem em massa. A empresa também esclareceu que sabe que tem alguns usuários que tentam burlar o uso, mas que mesmo assim, eles conseguem identificar quem faz uso de maneira irregular e já possuem milhares de contas que foram banidas do serviço.

O Whatsapp ainda informou que está usando todos os recursos que possuem para conseguir evitar que os usuários continuem usando de maneira errada o aplicativo, incluindo processar os usuários.

Além de utilizar a tecnologia para conseguir identificar e banir essas contas, agora poderão também utilizar os meios jurídicos contra empresas e indivíduos que estiverem enviando mensagens em massa ou utilizando o aplicativo como meio comercial.

https://www.youtube.com/watch?v=R1E4GtoliLs

O aplicativo já foi bastante criticado por ter sido uma ferramenta de propagação de informações falsas que fizeram com que em alguns momentos no Brasil, tivesse que ter saído do ar por decisão judicial no país todo.

Fonte: Extra




Daniel Libanio

Daniel é empresário e empreendedor digital nato. Graduando em Direito, é o Fundador do site e gerencia as as estratégias de marketing e desenvolvimento. Contato: daniellibanio0904@gmail.com

  

0 Comentários