03 de Maio de 2019, atualizado ás 21:05

Palmeiras já tem a maior receita do país



Por: Thiago Samuel | Esportes

Compartilhar:
         

Em 2018, o Palmeiras conseguiu gerar uma receita de R$ 654 milhões, sendo o clube com a maior receita do país, conforme divulgado por um estudo feito pela Sports Value. O time conseguiu aumentar em 30% a sua receita, comparados com os valores de 2017, passando o ranking que antes era do Flamengo a primeira posição.

Além de conseguir conquistar a liderança no ranking, o Palmeiras também ficou lá em cima dos times que mais aumentaram a receita no ano passado. Ganhando mais 150 milhões do que em 2017, o time ficou em primeiro lugar, passando o Fluminense que conseguiu aumentar 69 milhões, estando agora em segundo lugar.

Confira Também: Onde assistir Futebol ao vivo do Brasileirão

Palmeiras já tem a maior receita do país (foto: internet)

Maiores receitas de 2018

O Flamengo que conseguiu ficar em segunda posição, marcando R$ 543 milhões, o que diminuiu em relação a 2017, uma queda de 16%. O Corinthians que conseguiu R$ 470 milhões, além do São Paulo com R$ 424 milhões e o Grêmio com R$ 420 milhões são os primeiros cinco lugares.

Depois de perder a liderança dos times que mais possuem receita, o Flamengo também é agora o primeiro lugar de uma estatística que não é muito boa. Eles reduziram as receitas em relação ao ano de 2017, ou seja, de um ano para o outro, o time acabou recebendo R$ 106 milhões a menos.

Dentro desses R$ 654 milhões que o Palmeiras conseguiu faturar e ser o líder do ranking, 26% foi por conta da transferência dos seus jogadores, o que simbolizou os 170 milhões de reais. Além disso, 21% foi por conta de direitos de TV, representando 137 milhões de reais.

Além disso, o que fez da sua receita também 15% foi de patrocínio, representando 95 milhões de reais, com 13% de parte social do clube e também de sócio-torcedor que representou 86 milhões de reais.

Outro ponto analisado foram 18% representando a bilheteria dando 116 milhões de reais e por último com outras fontes de renda representando 8%. Essas foram participação de fontes da receita total do Palmeiras que em 2018 conseguiu o primeiro lugar, mas depois do fim do contrato com televisão pode demonstrar uma queda para próximo ano.




Thiago Samuel

Thiago é redator do Estado News e também responsável pelas redes sociais. Além disso, ele é o responsável pelo contato e comunicação do site. Para falar com ele, basta enviar um email para samueltrainer87@gmail.com ou 79996601661

  

0 Comentários