22 de Abril de 2019, atualizado ás 13:04

Integrantes das torcidas organizadas do Vasco e Botafogo são presos pela Polícia Civil



Por: | Notícias

Compartilhar:
         

Integrantes das torcidas organizadas do Vasco e Botafogo são presos pela Polícia Civil (foto: internet)

Os agentes da Polícia Civil fizeram uma operação durante este sábado (20/04) com o objetivo de prender alguns integrantes das torcidas organizadas do Vasco e do Botafogo. Segundo informações da própria corporação, a investigação busca apurar a agressão a alguns policiais.

Foram expedidos 10 mandados de prisão, sendo que sete já foram cumpridos até às 12h deste sábado. Entre os integrantes presos pela Polícia Civil, dois eram da torcida do Botafogo e outros cinco era do Vasco.

Confira Também: Incêndio atinge Notre-Dame

Integrantes das torcidas organizadas do Vasco e Botafogo são presos pela Polícia Civil (foto: internet)

Apreensões da polícia

Os agentes da polícia apreenderam camisas e demais equipamentos utilizados pelas torcidas organizadas, na casa dos integrantes que foram presos. Entre os itens apreendidos estavam uma camisa Raça Rubro Negra, usada pela torcida organizada flamenguista.

A polícia revelou, que essa camisa é vista como um prêmio para os torcedores do Botafogo e do Vasco que participaram da briga. Nesse caso, foi constatado que a camisa Rubro Negro foi furtada de um dos torcedores do Flamengo que foi ferido durante o confronto.

Briga durante a Taça Guanabara

A grande confusão entre os torcedores e os policiais militares que gerou as prisões aconteceu durante a final da Taça Guanabara, no Maracanã. Durante o jogo entre Vasco e o Fluminense, os integrantes do Fúria do Botafogo e da Força Jovem do Vasco participaram do ataque contra os policiais militares.

Segundo o apurado pela polícia, a confusão começou quando foi instaurada uma briga judicial entre os clubes para definir qual torcida ficaria posicionada no setor sul. Os portões só foram abertos para as torcidas depois do início da partida.

Investigações

As investigações policiais revelaram que alguns torcedores vascaínos, ficaram alterados e forçaram as grades para invadir o estádio. Ao perceber isso, os agentes policiais montados em cavalos se dirigiram ao local para impedir esse tipo de entrada.

A polícia também apurou que os torcedores presentes começaram a hostilizar os agentes policiais, através de arremessos de pedras, agressões e até fogos de artifícios. Durante a ocasião, alguns cavalos ficaram gravemente feridos.

Para identificar os suspeitos, os investigadores contaram com o apoio do Bepe da Polícia Militar.




Daniel Libanio

Daniel é empresário e empreendedor digital nato. Graduando em Direito, é o Fundador do site e gerencia as as estratégias de marketing e desenvolvimento. Contato: daniellibanio0904@gmail.com

  

0 Comentários