Homem mata ex namorada, invade igreja e atira em fiéis (foto: internet)
Homem mata ex namorada, invade igreja e atira em fiéis (foto: internet)

Um homem usou um canivete para matar a sua ex, além de depois disso, ter invadido uma igreja e acabou atirando contra três fiéis. A tragédia aconteceu em Paracatu, resultando na morte de 4 pessoas.

O assassino foi baleado depois de ter feito o que fez e foi levado para um hospital da cidade. Ainda não se tem a motivação clara do crime e já está sendo investigado. Tragédia aconteceu na terça-feira a noite.

Confira Também: Alerta máximo em Barão do Cocais

Homem mata ex namorada, invade igreja e atira em fiéis (foto: internet)
Homem mata ex namorada, invade igreja e atira em fiéis (foto: internet)

Tragédia em Paracatu

No noroeste de Minas Gerais, Paracatu, um homem assassinou a sua ex-namorada, na noite de terça-feira. Depois de ter matado a mulher, acabou entrando em uma igreja evangélica localizada na cidade e matou três pessoas a tiros, sendo duas mulheres e um homem.

A ex namorada do assassino tinha 59 anos, Heloísa Vieira Andrade. Na igreja, foram Rosangela Albernaz de 50 anos, Mariele Marins de Melo Neves de 38 anos e Antônio Rama de 67 anos que era o pai do pastor.

Conforme a PM, o criminoso Rudson Aragão Guimarães de 39 anos estava na casa da sua família junto com a sua ex-companheira, além da mãe e da irmã. Ali mesmo, ele golpeou a mulher no pescoço usando um canivete, depois foi diretamente para igreja que fica próximo da sua casa.

Ele chegou bastante alucinado, com falas desconexas e estava procurando o pastor, afirmando que mataria ele. Confirmou as pessoas que estavam no local que contava com 20 pessoas reunidas para uma reunião.

No local haviam câmeras de segurança que puderam registrar o momento em que ele chega, que seria 18h47. Ele arranca o portão e invade a igreja. O pasto da igreja foi perseguido, mas conseguiu pular o muro onde apenas fraturou o pé.

Os outros que estavam reunidos lá também conseguiram fugir pelos fundos. O pastor já sofria ameaças do assassino. As pessoas que estavam e foram atingidas levaram tiros na cabeça dentro da igreja mesmo.

A polícia conseguiu ouvir os disparos, pois passava pelo local, que entraram e realizado o disparo contra o assassino. Ele ainda tinha mais 6 munições intactas, o que demonstrou que ele deveria ainda continuar usando até acabar.