30 de Maio de 2019, atualizado ás 21:05

Governo pode liberar contas do FGTS



Por: Daniel Libanio | Notícias

Compartilhar:
         

A partir de uma avaliação feita pelo governo, pode ser que os recursos em contas ativas do FGTS sejam liberados a fim de estimular a economia. O Ministro da Economia pode liberar o dinheiro das contas depois que o IBGE sinalizou uma queda de 0,2% no PIB.

O valor que é depositado nas contas inativas e ativas também do FGTS pode ser liberados depois que Paulo Guedes verificou que a economia acabou caindo desde o começo do ano, sendo avaliado essa maneira para conseguir reaquecer a economia.

Confira Também: Bolsonaro viaja hoje pela primeira vez ao Nordeste

Governo pode liberar contas do FGTS (foto: internet)

FGTS pode ser liberado

Depois que foi anunciado que o PIB caiu desde o primeiro trimestre do ano, Guedes tomou uma medida para ver se consegue reaquecer a economia do país. A ideia é liberar os recursos que estão nas contas ativas e também inativas de FGTS.

Como é o responsável pela parte econômica do governo, disse também que não vai querer implementar nenhum tipo de truque para que a economia seja estimulada, mas que quer fazer reformas sérias para isso.

De acordo com o ministro, as medidas que são artificiais para estimar a economia, como liberação de recursos ou corte de juros, já foram implementadas em gestões passadas e não deram certo. Dizendo para ele que é uma medida muito baixa para ser tomada.

Para ele, crescer a economia é possível, precisando que reformas sejam pensadas. Disse ainda que as reformas estão demorando para acontecer, as revisões do PIB demonstrando que está diminuindo, diz que a economia não pode responder a nada, pois não fizeram nada a respeito ainda.

Ainda foi questionado sobre a taxa de juros em relação ao Banco Central podendo baixar para conseguir crescer a economia, ele disse que fazer isso pode acabar aumentando a inflação, como disse que aconteceu no governo anterior.

As medidas só seriam adotadas depois que a Reforma da Previdência for aprovada, o que deve acontecer nas próximas semanas. Assim, irão liberar o FGTS, mas somente depois que as reformas forem aprovadas, ainda dizendo que as medidas já estão prontas e podem ser anunciadas mesmo antes de aprovar a reforma.




Daniel Libanio

Daniel é empresário e empreendedor digital nato. Graduando em Direito, é o Fundador do site e gerencia as as estratégias de marketing e desenvolvimento. Contato: daniellibanio0904@gmail.com

  

0 Comentários