23 de Maio de 2019, atualizado ás 21:05

Família brasileira morre no Chile



Por: Daniel Libanio | Notícias

Compartilhar:
         

Família de brasileiros que havia viajado para o Chile, tinha o objetivo de comemorar o aniversário da filha. Foram encontrados no Centro de Santiago os corpos da família que fazia parte o pai, mãe, dois filhos adolescentes e os tios.

A suspeita principal por parte dos bombeiros é que houve um vazamento de gás que causou a morte da família. As vítimas eram catarinenses, sendo apenas uma das vítimas goiana. Ainda não foi confirmado oficialmente os seus nomes.

Confira Também: Segundo FGV a Desigualdade de renda no Brasil está com o maior patamar registrado

Família brasileira morre no Chile (foto: internet)

6 pessoas morrem no Chile

Os brasileiros que foram encontrados mortos no Chile, em Santiago na quarta-feira, foram 6 pessoas que faziam parte da mesma família. Com cinco das pessoas sendo catarinenses, um deles era goiano, mas ainda sem confirmação oficial por parte da família em relação aos nomes.

Os bombeiros do Chile suspeitam que houve um vazamento de gás que acabou causando a morte. O prédio fica localizado na região central da capital do Chile e já passou por um esvaziamento para a operação de resgate.

Conforme a polícia de Santa Catarina, a família foi para Santiago para poderem comemorar o aniversário da filha que faria 15 anos na sexta-feira. Família morreu dentro do apartamento em viagem de comemoração.

O pai dos adolescentes tinha 41 anos e trabalhava como pedreiro, também fazendo trabalho como pescador para complementar renda. A mãe que tinha 38 anos trabalhava como professora. A adolescente de 14 anos faria 15 anos essa semana. O filho de 13 anos também morreu. O tio tinha 30 anos e a sua esposa que também estava presente ainda não se sabe idade.

Parte da família está buscando doações para recursos para a viagem. A mãe da tia morta está em indo para o Chile, mas ainda não se sabe como será feito o translado, pois precisam de maiores informações.

A tragédia ainda marcou a morte da mãe de uma das vítimas no Brasil, mas que a família foi informada antes de morrerem. O advogado da família pretende enterrar primeiro a mãe das vítimas aqui no Brasil para depois verificar o que vão fazer em relação aos que estão no Chile.




Daniel Libanio

Daniel é empresário e empreendedor digital nato. Graduando em Direito, é o Fundador do site e gerencia as as estratégias de marketing e desenvolvimento. Contato: daniellibanio0904@gmail.com

  

0 Comentários