21 de Março de 2019, atualizado ás 20:03

Ex-presidente do Brasil, Michel Temer, foi preso hoje (21/03)



Por: | Notícias

Compartilhar:
         

Ex-presidente do Brasil, Michel Temer, foi preso hoje (21/03) (foto: internet)

Confira Também: Sergio Moro e Rodrigo Maia não escondem crise

Nesta quinta-feira pela manhã em São Paulo, o ex-presidente Michel Temer foi preso, por conta da força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro. Além de Temer, o ex-ministro Moreira Franco foi preso, além de João Baptista Lima Filho, um amigo de Temer. A Polícia Federal está cumprindo 10 mandados de prisão.

Os mandados de prisão foram expedidos no Rio de Janeiro, através da Justiça Federal, pelo juiz Marcelo Bretas. Temer está ligado a uma organização criminosa que devia dinheiro público, sendo encabeçado como o líder. A defesa de Temer diz que estão estudando o caso ainda.

Ex-presidente do Brasil, Michel Temer, foi preso hoje (21/03) (foto: internet)

Motivos da prisão

A tentativa de localizar Temer começou na quarta-feira, com a Polícia Federal procurando o ex-presidente. Com os agentes localizados em frente à casa de Temer, ao perceberem a movimentação de um carro saindo do local, seguiram o mesmo e conseguiram realizar a prisão.

Temer foi direto para o Aeroporto de Guarulhos para embarcar até o Rio de Janeiro, utilizando um avião da Polícia Federal. O destino lá no Rio de Janeiro deve ser a unidade da Política Militar que fica em Niterói. Como a prisão de Temer é preventiva, ela não possui um prazo determinado.

De acordo com o advogado de Temer, Brian Prado, ainda estão estudando o que vai ser decidido e não pode fazer alguma avaliação sobre o caso. A sentença de Marcelo Bretas com uma prisão preventiva serve para ter ordem pública.

Além de Temer, mais 9 foram presos de maneira preventiva, pois para o juiz do caso, uma mensagem ou uma ligação são o suficiente para que possam ser ocultados a soma de dinheiro, como já parece ter sido realizado no caso da organização de Temer.

Com uma operação realizada em massa, com prisões ainda sendo realizadas em outras cidades, ainda é muito cedo para se ter maiores informações. Todos ligados com a organização que é liderada por Michel Temer estão sendo investigados e recebendo os mandados de prisão preventiva.

Sem foro privilegiado, ainda há outros inquéritos que Temer pode acabar respondendo de uma vez só. São 9 inquéritos no total, onde uma parte deles já estavam sendo tramitada enquanto ele ocupava o cargo de Presidente.




Raquel Luciano

Raquel é jornalista com mais de 8 anos de experiência. Atualmente é editor chefe do Estado News. Ela pode ser contatada através do e-mail: rachell.luciano@gmail.com

     

0 Comentários