03 de Abril de 2019, atualizado ás 19:04

Carlos Bolsonaro agora apoia impeachment de Crivella



Por: Daniel Libanio | Notícias

Compartilhar:
         

O vereado Carlos Bolsonaro, também filho do presidente, votou na última terça-feira a favor do processo de impeachment encaminhado ao prefeito do Rio, Marcelo Crivella, decisão que antes não se encaminhada para esse lado.

A mudança de ideia parece ter vindo, depois de em julho de 2018, onde já havia sido votado um processo de abertura para impeachment contra Crivella, onde a presença de Carlos Bolsonaro era prevista, mas o mesmo não compareceu.

Confira Também: ENEM: Inep avalia alternativa depois de gráfica pedir falência

Carlos Bolsonaro agora apoia impeachment de Crivella (foto: internet)

Mudança de lado

Na época em que o mesmo não compareceu à reunião para votação de impeachment de Crivella, Carlos havia dito que estava em uma situação de “faca de dois gumes”. Pois para ele, caso estivesse presente e vota com o prefeito, iriam dizer que ele havia comprado o seu voto. Caso ele esteja presente e vote contra o prefeito, vão dizer que ele estaria do lado do PSOL.

Na eleição de 2016, os Bolsonaro haviam pedido o voto para o Crivella no segundo turno. Já no ano passado, o prefeito havia proferido diversos elogios ao presidente, que teve todo o apoio da Igreja Universal e também do bispo Edir Macedo.

Com a votação aberta, foram 35 votos contra 14 em que o prefeito está sendo acusado de um crime de responsabilidade que estaria envolvendo contrato de outdoor e outras sinalizações da cidade.

O processo agora tem 90 dias para que seja concluído a partir da notificação que é enviada ao prefeito. Nesse período, Crivella ainda permanece no cargo. Ele só sai se no fim do processo, o impeachment seja aprovado por 34, somando assim dois terços dos 51 vereadores.

Caso isso aconteça, Jorge Felipe, atual presidente da Câmara, assume por 90 dias o cargo e depois haverá uma nova eleição, que pode ser direta ou indireta. A partir de agora, uma Comissão Processante será formada.

Já para Crivella, não faz sentido a abertura de impeachment contra ele, pois para ele não houve denúncia de um funcionário há mais de 20 anos que trabalha na prefeitura, mas só depois da exoneração, ele resolveu entrar com um pedido de impeachment.




Daniel Libanio

Daniel é empresário e empreendedor digital nato. Graduando em Direito, é o Fundador do site e gerencia as as estratégias de marketing e desenvolvimento. Contato: daniellibanio0904@gmail.com

  

0 Comentários