23 de Abril de 2019, atualizado ás 11:04

Brumadinho: pedido de indenização de R$ 40 milhões



Por: Daniel Libanio | Notícias

Compartilhar:
         

Os parentes das vítimas que o desastre em Brumadinho causou em relação as mortes em uma pousada pediram uma indenização. Luiz TAliberti e sua esposa, bem como a irmã Camila Taliberti, Fernanda Damian foram mortos ao serem soterrados pela lama. Agravante é que Fernanda estava grávida já de 5 meses.

As quatro pessoas que morreram por conta do rompimento em Brumadinho tiveram os seus parentes entrando em uma ação por danos morais. O valor requisitado é de R$ 40 milhões, sendo R$ 10 milhões para cada vida.

Confira Também: Petrobrás anuncia alta por litro no diesel

Brumadinho: pedido de indenização de R$ 40 milhões (foto: internet)

Pedido de indenização é de R$ 40 milhões

O rompimento da barragem Córrego do Feijão trouxe muita tristeza para o país e principalmente para Brumadinho. Quatro pessoas morreram e tiveram os seus familiares pedindo para que a Vale pague R$ 40 milhões em indenização, onde cada 10 milhões de reais representa uma vida perdida.

Um dos pedidos também da família é que a Vale tenha um Memorial com as fotos de todas as vítimas, bem como um pedido de desculpa. As vítimas estava em Brumadinho para conhecer Inhotim, onde estavam hospedados em uma pousada chamada Nova Estância, que foi totalmente destruída, onde os donos do local também morreram.

Na ação, a indenização foi pedida com um valor pensando em uma empresa que tem um lucro de primeiro mundo, que não pode dar pagar uma indenização que seria de terceiro mundo. as indenizações por danos funcionam muito mais como um caráter punitivo, segundo o advogado da família.

Para a defesa, a Vale teve de lucro R$ 25 bilhões no último ano e de acordo com os cálculos, se a empresa tiver que pagar R$ 10 milhões para cada familiar das vítimas de Brumadinho, teria que pagar um valor de R$ 2,7 bilhões, o que representaria para a empresa apenas 10% de lucro.

O advogado dos familiares ainda solicitou algum tipo de reparação por parte da empresa em relação a dor das famílias, pois o presidente da Vale não teria representado e nem esboçado reação, depois de ter sido pedido um minuto de silêncio, cabendo também a ação um Memorial e pedido de desculpas pela empresa.




Daniel Libanio

Daniel é empresário e empreendedor digital nato. Graduando em Direito, é o Fundador do site e gerencia as as estratégias de marketing e desenvolvimento. Contato: daniellibanio0904@gmail.com

  

0 Comentários