20 de Março de 2019, atualizado ás 21:03

Brasileirão 2019 vai sofrer mudanças nas regras



Por: | Esportes

Compartilhar:
         

Brasileirão 2019 vai sofrer mudanças nas regras (foto: internet)

Confira Também: Seleção brasileira já tem escalação definida para sábado

A partir do dia 1 de junho, depois de já terem sido jogadas 6 rodadas do Brasileirão 2019 na Séria A e 5 na Série B, haverá mudanças nas regras do futebol. A sexta rodada da Segundona pode apresentar metade com as normas atuais e a outra metade com as novidades.

Todas as mudanças apresentadas já foram oficializadas pelo órgão regulamentador de regras do esporte. A Confederação Brasileira de Futebol tem como possibilidade pedir a Fifa que a implementação seja antecipada.

Brasileirão 2019 vai sofrer mudanças nas regras (foto: internet)

Mudanças nas regras

Algumas mudanças vão impactar os jogos, principalmente por começar depois que o Brasileirão já estiver acontecendo. Como principais mudanças, pode ser possível identificar a infração por mão na bola, cartões para técnicos e alteração nas barreiras para bola parada.

No caso da mão na bola, quando houve toque na bola com a mão ou com o braço será considerado falta, mesmo que tenham sido involuntários. Hoje em dia, os lances passam por interpretação do árbitro para verificar se há a necessidade ou não de marcar a infração.

Em relação a barreira, os jogadores que estiverem no time com posse de bola precisam ficar a pelo menos um metro dos adversários que estiverem na barreira. A decisão visa evitar que haja um empurra-empurra entre os jogadores.

Os jogadores que forem passar por substituição devem sair do campo obrigatoriamente pela linha em que estiverem mais próximos. Hoje em dia, os jogadores saem por onde quiserem. Com essa regra, o objetivo é fazer com que as alterações aconteçam mais rapidamente.

Também será possível que os membros da comissão técnica sejam advertidos com o uso de cartão amarelo e também vermelho. Hoje em dia, o árbitro apenas adverte ou expulsa da partida. Também estão sob pena de cartão, as comemorações de gol que forem feitas de maneira exagerada, até mesmo para os casos de gol anulado.

Ainda há uma série de mudanças que já foram oficializadas e devem ser implementadas no dia 1 de junho. Caso haja o posicionamento da CBF com a Fifa para pedir que haja uma antecipação das regras, nova data pode surgir.




Thiago Samuel

Thiago é redator do Estado News e também responsável pelas redes sociais. Além disso, ele é o responsável pelo contato e comunicação do site. Para falar com ele, basta enviar um email para samueltrainer87@gmail.com ou 79996601661

  

0 Comentários