25 de Março de 2019, atualizado ás 20:03

Bolsonaro suspende avaliação da alfabetização por 2 anos



Por: | Notícias

Compartilhar:
         

Bolsonaro suspende avaliação da alfabetização por 2 anos (foto: internet)

Confira Também: Battisti envolvido em assassinatos

O Ministério da Educação (MEC) revelou hoje que irá suspende a avaliação da alfabetização do Brasil até 2021. Com a portaria sob as diretrizes do Saeb, a avaliação da educação básica, oficialmente foi publicado hoje no Diário Oficial da União.

Já estava atrasado o cronograma do Saeb, o que já estava deixando os secretários de Educação angustiados. Dentro do Inep já estavam em dúvidas em quais seriam as medidas para aplicar a prova de alfabetização e que agora foi suspensa por dois anos.

Bolsonaro suspende avaliação da alfabetização por 2 anos (foto: internet)

Medidas diante da suspenção

A ideia de suspender a avaliação de alfabetização veio por que as redes escolares irão passar por uma adaptação da Base Nacional Comum Curricular, que é o que define o que os alunos aprendem. Além disso, o governo tem uma nova proposta de política de alfabetização.

Essa avaliação que é feita utiliza-se de provas de escrita, leitura e também matemática. No último resultado feito, mais da metade dos alunos que ocupam o terceiro ano do ensino fundamental não tem o nível suficiente dentro do exame.

A prova só era aplicada no quinto e nono ano do fundamental e também para o terceiro ano do ensino médio, mas no ano passado, Temer anunciou que os alunos do segundo ano do fundamental também fariam a prova em 2019. Incluir esses alunos seria um passo para identificar algum problema com leitura e escrita.

Na nova edição do exame não haverá aplicação de prova para essa idade, esclarecendo que o Inep não irá incluir para as próximas edições da avaliação o segundo ano do fundamental. Também não foi mencionado se haverá algum outro tipo de prova para conseguir medir a qualidade da alfabetização no país.

Para esse ano, ainda há uma nova mudança em que uma amostra dos alunos terão que responder perguntas sobre ciências da natureza e também de ciências humanas, mas só alunos do 5º ano.

Este ano, portanto, terá a aplicação apenas aos alunos do 5º e 9º ano, além do 3º ano do ensino médio realizando a prova. A suspensão da prova para as crianças por dois anos é a decisão publicada hoje.




Raquel Luciano

Raquel é jornalista com mais de 8 anos de experiência. Atualmente é editor chefe do Estado News. Ela pode ser contatada através do e-mail: rachell.luciano@gmail.com

     

0 Comentários