13 de Junho de 2019, atualizado ás 15:06

Bolsonaro elogia Moro e acusa crime



Por: Thiago Samuel | Notícias

Compartilhar:
         

Depois de todo o caso envolvendo Moro nas publicações que aconteceram no The Intercept em que foi relatada a troca de mensagens entre os procuradores da Lava-Jato e Moro, Bolsonaro finalmente se pronunciou.

Para o presidente, afirmando nessa quinta-feira (13), que o trabalho de Moro como juiz da Lava Jato seria um trabalho que não tem preço, classificando também a invasão dos celulares como uma ação criminosa.

Confira Também: China traz problemas ao Brasil por vender alho muito barato

Bolsonaro elogia Moro e acusa crime (foto: internet)

Bolsonaro finalmente fala sobre mensagens vazadas

Foi a primeira vez em público que Bolsonaro comentou o caso envolvendo Moro e procuradores da Lava-jato em relação ao que foi publicado pelo The Intercept. A reportagem mostrou mensagens entre os envolvidos que chocaram o Brasil.

Conforme Bolsonaro, Moro teria um papel muito importante na história do Brasil e disse ainda que essa invasão de celulares por hackers foi uma ação criminosa. Presidente ainda disse que caso vazasse alguma coisa do seu celular, iriam encontrar muitas brincadeiras entre colegas, alegando que o chamariam de louco.

Para Bolsonaro, essa ação de invasão ainda foi uma quebra criminosa, sendo uma invasão. Por isso, mesmo sendo verdadeiro ou não o que foi divulgado, ainda seria um crime. Os diálogos que foram divulgados mostram comportamentos antiéticos e proibidos.

Os envolvidos disseram que não podem reconhecer se é autentico o que foi divulgado ou não em relação aos diálogos, mas disseram que não enxergam nada de improprio ou de irregular no que foi mostrado.

Em relação as conversas que foram denunciadas, os celulares teriam sido hackeados de maneira irregular, um crime realmente. A Polícia Federal buscou abrir inquéritos para investigar os vazamentos das mensagens.

Já para o Intercept, o que fez a reportagem, os diálogos foram obtidos antes de ser realizada uma invasão. Conforme a informação passada por eles, eles receberam essas informações de uma fonte anônima.

Ainda publicamente, Bolsonaro disse que o trabalho de Moro não tem preço, que teria realmente conseguido expor todos os problemas que estavam acontecendo no poder em relação a corrupção. Ainda foi questionado sobre o apoio, dizendo que seu gesto de apoio é por acreditar no trabalho do atual ministro.

Fonte: G1




Thiago Samuel

Thiago é redator do Estado News e também responsável pelas redes sociais. Além disso, ele é o responsável pelo contato e comunicação do site. Para falar com ele, basta enviar um email para samueltrainer87@gmail.com ou 79996601661

  

0 Comentários