04 de Abril de 2020, atualizado ás 17:04

Auxílio emergencial do Governo estará disponível na terça-feira

Por: | Notícias



O Governo Federal anunciou ontem, sexta-feira (3), junto do ministro da Economia, Paulo Guedes e do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, que o aplicativo para se cadastrar no auxílio estará disponível na próxima terça-feira (7).

A coletiva contou também com a presença do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, que deu mais detalhes sobre o funcionamento do programa. O auxílio emergencial já foi aprovado pelo Senado e sancionado pelo Presidente, Jair Bolsonaro, na quinta-feira (2).

Contudo, Pedro Guimarães também alerta que o sistema pode sofrer sobrecarga nas horas iniciais do lançamento do aplicativo. Que pode vir a ser uma situação inevitável, mas vai tender a se normalizar com a queda de acessos.

Siga o Estado News no Google News.

Quem receberá o auxílio dado pelo Governo?

Em coletiva, os ministros da Economia e Cidadania, junto do presidente da Caixa Econômica, falam sobre o auxílio de 600 reais – foto: reprodução

O programa lançado destina-se a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, contribuintes da Previdência Social, desempregados, pessoas cadastradas no Bolsa Família e CadÚnico.

Visto que, o cadastro será automatizado, então as avaliações para o valor do auxílio serão feitas de acordo com o perfil do beneficiário. O aplicativo será gratuito e permitirá que aqueles que estejam de acordo com os requisitos, recebam o valor do auxílio em até 48 horas após o cadastro.

Em entrevista, o ministro da Cidadania, Onyx Lorezoni, acentuou os cuidados para evitar golpes na Internet: “Estamos montando um sistema que vai dar segurança e agilidade. E, por favor, não responda nenhum site, não faça nada daqui até terça-feira.”

Balanço de casos confirmados de COVID-19 no Brasil e no mundo

Hoje, sábado (4), em um novo levantamento feito pelo Ministério da Saúde, indica que há 10.278 casos confirmados de coronavírus no Brasil. E, subiu para 431 o número de morte relacionadas a doença.

Além disso, ao redor do mundo já passa de 1 milhão de casos confirmados e 57 mil mortes relacionadas ao vírus. Sendo os países mais atingidos, os Estados Unidos, e na sequência Espanha e Alemanha.

Contudo, a Organização Mundial da Saúde ainda não declarou, em nota, uma vacina oficial até o momento, mas por ora, alerta para os cuidados e prevenção no combate ao vírus.

Coletiva sobre o cadastramento no auxílio emergencial – fonte: Band Jornalismo



Anderson Gomes

Professor de Física que gosta de uma boa música, games e, acima de tudo, estar com a família.

  

0 Comentários